Skip to main content
search

O enfaixamento compressivo deve ser feito com material adequado através de ataduras de curta extensibilidade em multicamadas, sendo que a pressão deve ser mantida constante.

Na segunda fase, deve utilizar compressão elástica apropriada (meia ou braçadeira), manter os cuidados com a pele e os exercícios. Os exercícios melhoram o efeito da terapia compressiva, deslocando a linfa ao longo do membro em locais com circulação linfáticas mais sadia, diminuindo da sensação do peso do braço.

O ideal é que a carga do exercício, seja prescrita com evolução de forma lenta e progressiva.

Todos os cuidados com a pele se mantêm!!

Portal Câncer de Mama Brasil

Portal Câncer de Mama Brasil

Dr. Eduardo Millen • Rio de Janeiro/RJ – CRM-RJ: 5263960-5
Dr. Felipe Zerwes • Porto Alegre/RS – CRM-RS: 19.262
Dr. Francisco Pimentel Cavalcante • Fortaleza/CE – CRM-CE: 7.765
Dr. Guilherme Novita • São Paulo/SP – CRM-SP: 97.408
Dr. Hélio Rubens de Oliveira Filho • Curitiba/PR – CRM-PR: 20.748
Dr. João Henrique Penna Reis • Belo Horizonte/MG – CRM-MG: 24.791

Close Menu