Cirurgia em Carcinoma Ductal In Situ

O carcinoma ductal in situ ou intraductal não tem a capacidade de sair da mama. Por isso a cirurgia, com uma margem de segurança, é o tratamento ideal desta lesão.

Como eles normalmente são lesões não palpáveis, a localização pré-operatória da área a ser retirada é uma rotina. Nos casos de cirurgia conservadora é necessário radioterapia complementar. Nos casos onde a mastectomia é indicada, a radioterapia não é realizada. Veja neste vídeo os comentários do Dr. Felipe Zerwes sobre o tratamento cirúrgico do Carcinoma Ductal In Situ.

Compartilhar