Orientações após a alta hospitalar

Neste artigo explicamos algumas orientações para as pacientes submetidas a cirurgia mamária após a alta hospitalar. Apesar das cirurgias mamárias terem poucas restrições e riscos, muitas pacientes ficam angustiadas após chegar em casa. Esse texto visa desmistificar alguns medos e orientar como se recuperar mais rápido.

Alta hospitalar
  • Alta precoce: existem inúmeras evidências científicas que a internação hospitalar prolongada aumenta os riscos de complicações cirúrgicas. Felizmente, os procedimentos de Mastologia permitem altas precoces, normalmente no dia da cirurgia.
  • Retorno: você deverá voltar em consulta com seu médico em até 07 dias após a cirurgia. Não se esqueça de agendar o horário.
  • Curativos: os curativos devem ser trocados na revisão médica, portanto não há necessidade de removê-los. Os curativos podem ser molhados durante o banho (evite água em excesso) e devem ser secos com toalha macia ou secador de cabelo com ar frio.
  • Estado geral: após a cirurgia é normal que a paciente fique fragilizada e menos ativa. Mas, informe o seu médico caso note sintomas como febre (temperatura oral acima de 37,8º C), queda do estado geral ou inapetência (falta de apetite extrema).
  • Cicatrizes: fique atenta aos sinais mais comuns de complicações na área operada. Mesmo após a alta devemos ter atenção para o risco de hematoma ou infecção. Informe o seu médico caso apresente inchaço, vermelhidão, calor ou dor excessiva no local da cirurgia.
  • Tromboses: a cirurgia eleva o risco de trombose, portanto é necessário continuar a prevenção por algumas semanas. Evite ficar parada muito tempo, use meias compressivas (mesmo para dormir) e evite viagens longas. Algumas pacientes precisam utilizar medicações preventivas após a alta, pergunte ao seu médico se você também precisa.
  • Medicações de uso contínuo: retome o uso de TODAS as medicações habituais que você já utilizava antes da cirurgia.
  • Medicações para a cirurgia: a equipe médica irá prescrever remédios para dor. Algumas pacientes também deverão utilizar anticoagulantes, protetores gástricos ou antibióticos.
  • Atestados médicos: os atestados podem ser feitos durante a internação ou após o retorno. Normalmente, o período de repouso é de 14 (quatorze) dias.
  • Alimentação: não existem restrições alimentares, mas evite ingerir substâncias que você não está acostumada.
  • Fumo e álcool: evite cigarros ou bebidas alcóolicas no mês seguinte à cirurgia.
  • Restrições: evite atividades físicas extenuantes, saunas ou banhos de imersão (banheira, mar, piscina) por pelo menos 30 dias. Evite dirigir nos primeiros 15 dias.
  • Cuidados com atividades cotidianas: nos primeiros 15 dias, evite atividades manuais contínuas, tais como digitação, costura, cozinhar, etc.
  • Uso de sutiã: o uso de sutiã esportivo (top) ou sutiã especial é recomendado nos primeiros 15 dias após a cirurgia, para melhor sustentação das mamas. É importante que o sutiã não esteja muito apertado, causando algum desconforto. Evite modelos que tenham bojo ou hastes metálicas.
  • Produtos de higiene: os produtos de higiene, inclusive desodorantes, podem ser utilizados. Tome cuidado apenas para não estragar os curativos.
  • Tratamentos de beleza: todos os tratamentos de beleza estão liberados.
  • Viagens: evite viagens longas de carro nas primeiras semanas após a cirurgia. As viagens aéreas também devem ser evitadas no primeiro mês. Caso seja indispensável, converse antes com seu médico. ATENÇÃO: as companhias aéreas exigem atestado médico dizendo que você está apta a viajar. Não se esqueça de solicitar ao seu médico!
  • Cuidados com a cicatriz: evite exposição ao sol nos primeiros 6 meses, pois os raios ultravioleta prejudicam a cicatriz. Sempre use protetor solar, mesmo em regiões que serão cobertas pela roupa.

ATENÇÃO: ENTRE EM CONTATO COM A EQUIPE MÉDICA SE TIVER QUALQUER DÚVIDA!


Autores:

Compartilhar