Higiene e Segurança alimentar em tempos de pandemia

Como comprar, lavar e preparar seus alimentos durante a pandemia do Novo Coronavirus. Pacientes em tratamento oncológico não devem consumir frutas e verduras cruas?

Higiene e Segurança alimentar em tempos de pandemia

Os alimentos crus (frutas, verduras e legumes) podem e devem ser consumidos com a casca, pois fazem parte de uma alimentação saudável.

Conforme a OMS (Organização Mundial de Saúde) não há evidências atuais de que o SARS-CoV-2 seja transmitido através do consumo de alimentos.

Com a pandemia, frequentar locais que possam conter aglomerações de pessoas passou a ser restrito. Nesse caso, a aquisição de alimentos ultraprocessados parece ser a única saída possível, já que eles podem ser comprados em maiores quantidades sem risco de estragar rapidamente.

Mas não caia nessa cilada! É possível manter uma alimentação adequada e saudável, composta por alimentos de verdade, de maneira fácil e prática. A organização e o planejamento são a alma do negócio.

Para garantir sua rotina alimentar saudável, seguem algumas dicas para que os ingredientes cheguem a sua mesa de forma segura.

Adquirindo esse comportamento agora, em tempos pandemia, você pode levá-lo adiante quando tudo isso passar, facilitando e aumentando a qualidade da sua alimentação no dia a dia.

Indo às compras

Antes de sair de casa, coloque sua máscara de pano, leve o seu álcool gel e sua sacola retornável.

Procure fazer compras de alimentos em mercados com produção local, diretamente dos agricultores preferencialmente orgânicos ou em outros locais que comercializam variedades de alimentos in natura ou minimamente processados.

Durante a pandemia, não abra mão da distância mínima de 2 metros entre você e as outras pessoas, lave bem as mãos após as compras e faça uso do álcool em gel depois de manusear os produtos comprados, objetos e equipamentos.

Quando for às compras, dê preferência aos alimentos frescos. Privilegie a compra de legumes, verduras e frutas da estação, pois é nesse período que esses alimentos estão mais nutritivos e baratos.

Certifique-se ainda de que todos itens estejam em boas condições. Observe a aparência, cor, presença de fungos, etc. Frutas, legumes e verduras não devem ser consumidos caso tenham partes estragadas, em decomposição, mofadas ou com coloração e textura alteradas.

Alimentos embalados devem estar dentro do prazo de validade. A embalagem deve estar lacrada e livre de amassados, furos ou áreas estufadas, e o conteúdo não deve apresentar alterações de cor, cheiro ou consistência.

Estudos recentes mostraram que o Novo Coronavírus pode permanecer em superfícies ou objetos por até 72 horas, mas a maioria dos vírus na superfície de materiais comuns se torna inativa após as primeiras 24 horas. É improvável que o conteúdo interno dos recipientes seja contaminado. Se estiver usando uma sacola descartável, descarte-a quando chegar em casa. As sacolas reutilizáveis podem ser armazenadas para uso posterior. Depois de desembalar suas compras, lave as mãos com água e sabão por pelo menos 20 segundos.

Como Higienizar os Alimentos

  • Verduras: destaque as folhas e lave sob água corrente. Transfira para uma tigela e deixe imerso no hipoclorito de sódio (água sanitária). Siga a diluição da embalagem (é sério. Meça como se fosse uma receita). Aguarde o tempo indicado na embalagem (em geral, 10 minutos a 15 minutos). Tire as folhas da tigela (assim as sujeirinhas ficam na água). Enxágue bem, seque bem e guarde em pote ou saco bem fechado. Aqui estão: folhas, como alface, escarola, espinafre, couve.
  • Caso especial – repolho e acelga: Em vez de lavar todo o maço, descarte as duas folhas mais externas. Como as folhas são muito juntinhas, é melhor lavar depois de cortado antes de usar. Se for cozinhar, corte e lave apenas com água. Se for preparar salada, corte, lave com água numa tigela e depois higienize com hipoclorito assim como as outras verduras.
  • Legumes: lave bem sob água corrente com uma escovinha para legumes e leve para o banho na tigela, com água sanitária de sua preferência. Siga a diluição da embalagem (meça como se fosse uma receita). Aguarde o tempo indicado na embalagem (em geral, 10 minutos a 15 minutos). Tire os legumes da tigela, enxague bem, seque e guarde.
  • Frutas: lave bem sob água corrente com uma escovinha para legumes e leve para o banho na tigela, com água e água sanitária de sua preferência (cuidado apenas com as frutas mais delicadas como morango, caqui, figo e uvas, que dispensam o uso da escovinha). Siga a diluição da embalagem (meça como se fosse uma receita). Aguarde o tempo indicado na embalagem (em geral, 10 minutos a 15 minutos). Tire as frutas da tigela, enxague bem, seque e guarde. Você também pode lavar bem com água e sabão, mas apenas aquelas de casca bem resistente – exemplos: melão, melancia inteira, abacaxi, laranja, mamão, manga, limão, mexerica, abacate e maracujá.
  • Caso especial – Banana: Com as bananas ainda na penca (para ficar mais fácil corte a penca em porções), passe sob água ou até lave com água e sabão. Mas muito cuidado para não soltar as bananas do cacho (do contrário, pode entrar sabão dentro e a banana vai passar do ponto em dois dias).
  • Ovos: retire da embalagem do supermercado e transfira para um porta-ovos, tigela ou pote. Armazene nas prateleiras (e não na porta) da geladeira – quanto menos oscilação de temperatura melhor. Lave os ovos sob água corrente apenas na hora de usar, seja qual for o método de preparo.

Higiene da Cozinha

  • Pia e a bancada de trabalho: lave com água e sabão (você pode até separar uma buchinha só para isso). E quando a compra do supermercado ou da feira chegar, arrume tudo e depois lave as superfícies de trabalho com água e sabão de novo.
  • Bucha de lavar louça: após cada lavagem, retire qualquer pedaço de alimento da bucha, lave com o detergente, enxague e retire bem a água. E lembre-se de trocar a bucha regularmente.
  • Tábua e facas: lave com água e sabão. É sempre bom reforçar que depois que você cortar carnes cruas deve lavar a faca e a tábua de novo.
  • Faça a higienização periódica das tábuas (seja de bambu, madeira ou polietileno): pelo menos 1 vez por mês, mergulhe a tábua já lavada na solução de água sanitária + água (1 colher sopa para cada litro de água). A tábua deve ficar completamente imersa por 15 minutos. Depois lave com água e sabão e deixe secar bem antes de guardar.

Nutricionista Oncológica Fernanda. S. Bortolon
CRN2 6210 – Porto Alegre / RS


Referências:

  1. https://jamanetwork.com/journals/jama/fullarticle/2764560?guestAccessKey=3a54dac1-3023-437e-b8cc-44aa83a699f7&utm_source=fbpage&utm_medium=social_jama&utm_term=3259600169&utm_campaign=article_alert&linkId=86159553
  2. https://www.panelinha.com.br/blog/ritalobo/como-limpar-alimentos-cozinha
  3. https://saudebrasil.saude.gov.br/eu-quero-me-alimentar-melhor/das-prateleiras-a-mesa-guia-pratico-de-como-manusear-e-utilizar-os-alimentos-de-forma-adequada
Compartilhar