Primeiro tratamento com imunoterapia é aprovado nos Estados Unidos

Nova droga para terapia contra o câncer de mama será utilizada inicialmente em mulheres com doença localmente avançada ou metastática

A Agência Americana que regula os medicamentos (FDA) concedeu aprovação acelerada para uma nova droga indicada para terapia contra o câncer de mama: o Atezolizumab. Este novo tratamento será utilizado inicialmente em mulheres com doença localmente avançada ou metastática.

O Atezolizumab é um anticorpo monoclonal projetado para ligar com o PD-L1, um tipo de marcador expresso em células tumorais, assim como nas células do nosso sistema imune.

Esta aprovação foi baseada em dados de um estudo apresentado em 2018, o IMpassion130.

Os resultados deste estudo demonstraram que o Atezolizumab, associado à quimioterapia, reduziu significativamente o risco de agravamento ou morte pela doença em pacientes com tumor triplo-negativo, um suptipo agressivo de câncer de mama. O resultado foi mais expressivo nos casos que apresentavam maior expressão do marcador PD-L1.

Apesar da aprovação, mais estudos serão necessários para avaliar o papel da imunoterapia no tratamento do câncer de mama. Vale salientar que a droga ainda não está aprovada no Brasil para tratar câncer de mama.

Autores:
Compartilhar