Célia Cologneze

Eu venci o Câncer de Mama!

Celia Cologneze

Meu nome é Cleucelia Cologneze, tenho 72 anos.

Em meados de 2019, a partir do resultado da Mamografia, com suspeita de câncer (BIRADS 4), ocorreu tudo normalmente; fui realizando os exames solicitados pela Mastologista que me atendia na época, embora tudo fosse demorado porque ou não havia agenda ou porque o resultado demorava quase um mês, como a biópsia e o Her2, que ia determinar qual seria o meu tratamento. Então, isso me deixou um pouco aflita!

Até que no prazo de mais um mês eu estava com todos os exames feitos e já era setembro/19. Enfim, tudo correu da melhor forma possível, porque o Mastologista que passou a me atender nesse período, por uma feliz indicação, de pronto disse: “você não vai morrer, porque o seu prognóstico é excelente!”. Isso me deixou muito confiante, que Glória!

Daí veio a cirurgia, em novembro/19, e também foi tudo bem, sem intercorrência e com alta no mesmo dia, bem como resultado da biópsia, agora do tumor inicial de 1cm e outro de 0,9cm encontrado durante a cirurgia e só um linfonodo da axila, o Sentinela. Mediante esse histórico, fui encaminhada para a OncoClinica e Radiologista que determinaram que meu tratamento seria somente com Radioterapia (25 sessões; tive queimadura/dermatite que ocorre em pele alva, sem maiores intercorrencias) e um Bloqueador de Hormônio que vou usar por 5 anos.

Seis meses após a cirurgia, fiz a Mamografia e o resultado foi a melhor notícia: não tinha mais câncer! Sim, isso hoje já é possível, principalmente se for detectado precocemente, a chance de cura é grande, como aconteceu comigo! Bem, desde o diagnóstico do meu câncer de Mama, não parecia que era comigo, não me abalei, não chorei e nem chamei ninguém pra me acompanhar para buscar o resultado da biopsia…Claro, não somos todas iguais, cada uma reage de uma forma, mas, importante é ressaltar o apoio que eu recebi, após essa etapa, da minha família, uma irmã que me acompanhou na consulta com a Mastologista, para que eu não perdesse nenhuma informação e orientação.

Estávamos bastante preocupadas com o resultado do tal Her2 que ela ia confirmar como seria meu futuro a partir daí… Resultado Negativo, oh Glória a Deus, de novo! Não posso deixar de mencionar minha gratidão eterna aos médicos que me assistiram, desde a primeira consulta até os demais que vem me acompanhando o meu tratamento, na Oncologia e Endocrinologia. Muito obrigada a todos pelo carinho e acolhimento que tanto nos faz bem, antes, durante e depois. Finalizando, quem diria que a cura de um Câncer de Mama podia acontecer há algum tempo? Afinal, nem pronunciar a palavra Câncer podia, as pessoas falavam “aquela doença; aquela coisa ruim”.

Que bom que isso já é passado! Enfim, por isso temos que ter fé em Deus, ser positiva, ter foco e esperança na cura! Não desista nunca! Fiquem bem e parabéns à todas pela Vitória!

Hoje sigo com tratamento/acompanhamento de 4/4 meses com Endocrinologista e Oncologia Clínica e Mastologista cada 6 meses ou um ano; muito importante! Apesar da 40tena e Pandemia, estou alerta e me cuidando; necessário, não podemos deixar a “peteca cair”!

Compartilhar